Wizkid, Mundo Segundo & Sam the Kid e Piruka são as mais recentes adições ao cartaz do MEO Sudoeste. O festival está de volta à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, de 7 a 11 de agosto.

Depois da confirmação de artistas como Shawn Medes ou Hardwell, chegam Wizkid, Mundo Segundo & Sam the Kid e Piruka ao cartaz da 22ª edição do MEO Sudoeste.

Wizkid começou a gravar as primeiras canções com apenas 11 anos de idade, acompanhado da banda Glorious Five. Era um grupo formado por si e pelos amigos da igreja que frequentava.

O primeiro disco a solo chegou em 2011. “Superstar” foi aclamado tanto pelo público como pela crítica local. Em pouco tempo, Wizkid fez-se uma superestrela no universo da música africana. O segundo disco, “Ayo”, foi editado em 2014, e conta com as participações de Akon ou Wale. O nigeriano vai atuar no Palco MEO a 9 de agosto.

A parceria entre Sam The Kid e Mundo Segundo vem de longe e moldou-se em palco. Um vem de Gaia e o outro de Chelas. No meio dos dois há uma história de dedicação à causa das rimas e das batidas. Em segredo, têm cozinhado um álbum feito a duas vozes e quatro mãos.

Mundo Segundo é o líder dos Dealema. Sam The Kid já é sinónimo de hip hop em português. Discos como “Sobretudo”, “Beats Vol. 1: Amor” ou “Praticamente” são clássicos.

“Brasa” foi o último single a ser desvendado pela dupla, com Zacky Man dos Supa Squad na voz e o produtor americano Marco Polo. Atuam a 10 de agosto no Palco MEO.

André Silva é Piruka, assim conhecido para o mundo do hip hop nacional. Com uma juventude marcada por problemas, refugiou-se na música para exprimir os seus sentimentos e relatar as suas vivências através de um rap mais “cru”.

Conhecido por ser mestre do improviso, percorre os palcos nacionais desde 2013. O rapper português tem o condão de cativar vários públicos com um estilo muito pessoal, marcado por um padrão lírico e temático bem identificativo. Atua a 8 de agosto, no Palco MEO.

Comentários