Sempre dançando bem mais que cantando, Anitta fez-se acompanhar de 2 dezenas de bailarinos e pediu a Lisboa que “saísse do chão”.

Anitta foi então a segunda artista a pisar o Palco Mundo no segundo dia do Rock in Rio Lisboa. O alinhamento diverso trouxe-nos ritmos latinos, como o reggaeton, uma boa dose de pop e até um cover da icónica “Garota de Ipanema”.

Porém o espetáculo, que atravessara o Atlântico, não era então apenas música e dança: chapéus-de-sol rodavam por trás da cantora; coreografias sensuais e provocadoras aliavam-se a acessórios brilhantes e padrões de leopardo e até um candeeiro de pé nos mostrava uma bailarina que, ocasionalmente, saía do interior do abajur…

Rock in Rio Lisboa | Agência Zero

Enquanto o público dividia então os hits de Anitta com a mexida cantora – como “Loka”, “Paradinha” ou “Indecente” – o concerto ia precipitando-se para o final. Um grafitter com uma tela ocupou o palco e pintou, em poucos minutos, um retrato da cantora brasileira.

O som cessa e então Larissa pega no microfone: “Gente, estou muito feliz de estar aqui hoje. É um dia histórico. Não tenho palavras para agradecer o carinho. Nunca me senti tão bem recebida.”

“Obrigada, Rock in Rio. Obrigada, Portugal. Obrigada, Brasil.”

Visivelmente orgulhosa de tudo o que já alcançou, introduziu então “Sua Cara”, tema onde colabora com Major Laser.

Uma remistura de vários hits internacionais, deu azo a gritos e gargalhadas por contar com uma música bem conhecida dos consumidores de séries: “Bella Ciao”, tema de La Casa de Papel.

Rock in Rio Lisboa | Agência Zero

Regressando ao palco de mota, já na sua segunda mudança de conjunto, pudemos ouvir os acordes de “Vai Malandra”. Ênfase nos bailarinos e um cenário a evocar as coloridas – e pobres – casas das favelas. Envolveram o single num misto de cor, dança, alegria e prazer que deixou ao rubro o Parque da Bela Vista.

O espetáculo eletrizante seria encerrado a chave de ouro com “Show das Poderosas”. Esta foi a canção que catapultou então Anitta para o estrelato.

Com um acenar de mãos, a diva e os seus bailarinos foram escondidos por um painel amarelo metálico. Cabia agora ao público esperar pela cantora e atriz, Demi Lovato.

Comentários