Maio é o mês que encerra o ciclo de concertos Som de GMR. No âmbito desta iniciativa, a 5 de maio, os Paraguaii apresentam o novo álbum, “Dream About the Things you Never Do” e, a 19, os Hot Air Balloon fazem uma visita guiada ao primeiro trabalho, “Behind the Walls”. Os concertos têm início à meia-noite e são precedidos, às 19h00, por conversas informais com os artistas, com moderação do jornalista Samuel Silva.

No dia 05 de maio, às 24h00, o público do Café Concerto do CCVF vai poder ouvir as músicas que compõem o último disco dos Paraguaii, “Dream About The Things you Never Do”, em que a banda se lança num registo assumidamente mais pop. São oito temas que propõem um jogo constante entre os universos mais dançantes da música eletrónica, nascida ou devedora dos anos 80, e a genética rock do coletivo. Composto, gravado e produzido pela própria banda, o segundo registo de originais desconstrói a rotina dos dias, atacando o caráter mortífero do comodismo e do hábito ao mesmo tempo que se fala de mulheres fatais, sonhos e virgindades espirituais.

Os Paraguaii são um mistério no que toca a definir-lhes o género, e ainda bem, porque não se pode pôr rótulo à criatividade. Um caldeirão de influências que mistura o pós-punk, o rock e a eletrónica, tudo muito bem cozinhado, pronto a servir ao público para que este apenas o saboreie. A banda nasceu de um encontro em cima de um palco e algo fez faísca, gerando uma ideia. Em 2014, o projeto toma forma a partir da ideia e em dezembro desse ano lançam “She”/”Tucano Baby’s”, single que haveria de dar lugar a um EP, que haveria de dar lugar a um disco – tudo isto no espaço de apenas dois anos, sinal de uma criatividade febril. Os Paraguaii têm passado por vários palcos e chegam agora ao Café Concerto do CCVF, na cidade que os viu nascer.

No dia 19, também às 24h00, o SOM de GMR termina o seu ciclo de concertos com os Hot Air Balloon. De pontos opostos da costa Atlântica da Europa, o duo com raízes Irlandesas e Portuguesas carateriza-se por soar profunda e delicadamente. A voz doce, calorosa e indelével de Sarah-Jane Burke encontra-se com a musicalidade técnica de Tiago, complementando-se numa performance harmoniosa, íntima e inesquecível. Os Hot Air Balloon formam-se no verão de 2013 e cativam, desde então, a atenção cuidada de audiências de vários países.
Os Hot Air Balloon têm andado na estrada a promover o seu primeiro álbum com banda, “Behind The Walls”, editado em abril de 2016 e nomeado, em novembro do mesmo ano, para os prestigiados The Independent Music Awards, cujo júri incluiu nomes como Suzanne Vega e Tom Waits. Este projeto tem sido alvo de destaque nas rádios nacionais e internacionais e chega agora a Guimarães para encerrar um ciclo de grandes concertos com carimbo vimaranense.

Os bilhetes para cada um dos concertos têm o custo de 3,00 euros e encontram-se disponíveis nas bilheteiras do Centro Cultural Vila Flor e da Plataforma das Artes e da Criatividade, bem como nas lojas Fnac e El Corte Inglês, entre outros pontos de vendas, e na internet em www.ccvf.pt e oficina.bol.pt. A participação nas conversas informais que precedem os concertos é livre.