O vibrafonista Eduardo Cardinho é o convidado da Orquestra Jazz de Matosinhos para o oitavo concerto do ciclo Novos Talentos do Jazz. O espetáculo acontece a 16 de março no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery.

O vibrofone é pouco usual no panorama do Jazz nacional. Contudo, será o foco no primeiro concerto do Ciclo Novos Talentos. Do repertório farão parte dois temas inéditos da autoria de Eduardo Cardinho. Estes terão arranjos dos saxofonistas da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Release Your Anger” é um desafio com margem para o brilho ilustrativo da big band. “In Search of Light” remete para um universo mais livre. Há uma progressão harmónica em constante mudança que aponta um caminho novo e imprevisível.

A estes juntam-se, como habitualmente, alguns dos temas mais emblemáticos da OJM, com destaque para os compositores norte-americanos Maria Schneider e Kurt Rosenwinkel.

Licenciado em Jazz pela ESMAE, Eduardo Cardinho tem vindo a arrecadar vários prémios. Entre eles o do Concurso Internacional em Fermo, da Festa do Jazz do São Luiz 2014 (Melhor Instrumentista), e do Prémio Jovens Músicos.

Eduardo Cardinho formou-se em vibrafone jazz com a referência máxima deste instrumento no país, Jeffery Davis.

Natural de Leiria, estudou em Espinho e no Porto. Gravou o seu primeiro CD em 2015, em quinteto, mas podemos ouvi-lo também com os projectos Eduardo Cardinho & João Barradas Quartet, Eduardo Cardinho Lisbon Trio e Home.

Recorde-se que o ciclo Novos Talentos, cuja missão é revelar alguns dos melhores solistas da nova geração do jazz português, começou em 2014 e o instrumento eleito foi a voz.

Sofia Ribeiro foi a primeira cantora convidada, a que se seguiu, em 2015, Rita Maria. No final desse ano ainda houve tempo para o saxofone de Ricardo Toscano, e 2016 começou com João Mortágua.

Com Mané Fernandes as atenções viraram-se para a guitarra. 2017 começou ao piano, com Gonçalo Moreira, a que se seguiu o acórdeonista João Barradas.

Comentários