A cidade de Braga recebe a maior noite branca da Europa dias 2, 3 e 4 de setembro. Durante 48 horas são muitas as atividades de Música, Arte e Cultura que fazem parte da programação que, ano após ano, tem vindo a ser reforçada de forma a despertar a atenção de cada vez mais público e visitantes.

Pelos dois palcos ao ar livre (principal e gnration) vão passar os maiores nomes da música nacional e duas apostas sul-americanas. O Theatro Circo e o gnration vão estar com as portas abertas e com uma programação bastante atraente incluídas na Noite Branca.

Pelas ruas da cidade, a animação vai ser uma constante. A pensar nas famílias e nos mais novos, foi reforçada a programação infantil que, este ano, terá um espaço próprio. Os museus vão estar abertos fora de horas para que todos os possam visitar. Há ainda uma forte componente digital com instalações nas ruas.

E, no domingo, em jeito de despedida, realiza-se um concerto de sinos das igrejas do centro histórico que conta com a participação de 80 pessoas da comunidade.

MÚSICA

No que diz respeito à música, a aposta em 2 palcos (Palco Principal e Palco gnration) permite cobrir várias tendências e trazer a Braga The Gift, Jorge Palma e Sérgio Godinho, Carminho, Miguel Araújo, HMB, Linda Martini e Branko, entre outros.

Destaca-se ainda a participação dos artistas internacionais Boogarins (Brasil) e Matias Aguayo (Chile), no âmbito de Braga ser a Capital IberoAmericana da Juventude.

Para completar a oferta, a programação no espaço público e nos espaços culturais da cidade conta com um concerto de comunidade no gnration (concerto Outros Cantos) e com as portas abertas do Theatro Circo onde se vai realizar um concerto da Orquestra Sinfónica e várias apresentações de DJ.

O espetáculo de encerramento é um inusitado concerto de sinos das igrejas do centro histórico com a participação de mais de 80 cidadãos.

ATIVIDADES PARA CRIANÇAS

A atenção às crianças e famílias foi reforçada no programa deste ano com a criação de um espaço próprio onde pequenos e graúdos podem dar asas à imaginação e desenvolver atividades artísticas em conjunto.

Na edição 2016, Oficinas Picasso e O Mistério Da Princesa Invisível são os dois nomes que os mais novos vão trazer na ponta da língua.

MUSEUS E VISITAS

Espaços tão icónicos como a Sé de Braga, o Museu Nogueira da Silva ou o Museu Pio XII vão adotar horários especiais durante estes dias e oferecer propostas originais para chamar quem anda na noite.

LABORATÓRIOS DE VERÃO e CONCURSO ARTÍSTICO

Sob estes chapéus estão reunidas várias intervenções muito particulares, que nos interpelam e nos trazem a visão muito particular dos seus autores. A componente media art foi mais uma vez reforçada nestes concursos, estando Braga a preparar uma candidatura para a rede de Cidades Criativas da UNESCO.

ANIMAÇÃO DE RUA

É, acima de tudo, na rua que se sente a festa durante a NOITE BRANCA. E quem sai à rua e circula na rua a pé merece o melhor. Sendo já uma das imagens de marca do evento a surpresa, a diversão e o espanto estão garantidos…

CONCURSO DE MONTRAS

O comércio do centro da cidade volta a fazer questão de receber os visitantes da Noite Branca com montras especialmente decoradas para o evento.

Pensado como um todo, o cartaz da edição deste ano da NOITE BRANCA reforça a ligação do evento à cidade, ao seu património e aos seus cidadãos através de propostas culturais diversas que envolvem os cidadãos, o comércio local e outras entidades e estruturas da cidade, numa apresentação dinâmica e inovadora.


A forte ligação à cidade mostra-se ainda através do envolvimento das entidades que dinamizam a cidade, como a Associação Comercial de Braga, e da promoção de inúmeras ações, nomeadamente um concurso de design e produção de montras dos estabelecimentos do centro histórico.

A NOITE BRANCA BRAGA 2016 constitui uma oportunidade sem paralelo para todos se envolverem na vida da cidade. Por esse motivo, a organização, em nome da cidade, desafia moradores, trabalhadores, empresários, empresas, visitantes a participarem e ajudarem a construir os dias e noites mais vibrantes, vindo para as ruas, aderindo às iniciativas e envolvendo-se nelas a fundo.

Comentários