O átrio do Espaço Amoreiras vai receber “O Lago”, de Maria Condado. A exposição pode ser visitada de 26 de abril a 31 de maio e inclui um texto crítico do curador Lourenço Egreja.

“O Lago” consiste numa colorida pintura de um lago imaginado da autoria da artista Maria Condado. Então, a obra da pintora Lisboeta convida o espetador a mergulhar nela, enquanto espaço ilusório. Assim estará a percorrer todos os seus traços irregulares e cores vibrantes.

O trabalho de Maria Condado foca-se no campo da paisagem, ilustrando então uma simbiose entre a natureza e a artificialidade. Pontualmente, as suas obras são também marcadas por presenças humanas. Outro elemento também importante é a cor. Ela atribui um cariz alegre e sonhador à sua arte.

Os tons verdes dominam “O Lago”, para além de pinceladas rosa, azul e vermelho. Isto a par com uma superfície de tela branca de nove metros de comprimento. Quanto às formas, a sua composição é feita de contrastes de traços, podendo surgir de diversas dimensões e feitios, como finas ou largas, a detalhadas ou genéricas.

A pintura “O Lago”, que estará em exposição, revela então diferentes ângulos e distâncias de leitura dos elementos presentes no quadro. Vai desde as espécies de plantas, às flores e árvores, propondo assim um percurso dinâmico à volta deste lago imaginário.

A inauguração da exposição “O Lago” está marcada para o próximo dia 26 de abril, quinta-feira, pelas 18h30 no Edge Arts, Espaço Amoreiras, em Lisboa.

Horário

Espaço Amoreiras
2ª a 6ª feira 7h – 23h
Sábados 9h – 21h
Domingos e feriados 9h – 18h

Comentários