Elza Soares foi distinguida como Personalidade Cultural de 2016 nos Prémios Bravo com “A Mulher do Fim do Mundo”. A cantora brasileira passa pelo Coliseu dos Recreios a 3 de junho.

Depois de ter vencido o Grammy Latino de Música Popular Brasileira e o Prémio da Música Brasileira para Melhor Álbum, “A Mulher do Fim do Mundo” valeu agora a Elza Soares a distinção para Personalidade Cultural de 2016, nos Prémios Bravo!.

Agraciada pela “sua obra e também pela coragem com que leva a sua arte adiante”, na cerimónia que decorreu no Teatro Paulo Autran, no Sesc Pinheiros, em São Paulo, Elza Soares respondeu: “Eu quero dizer da minha alegria, mais uma vez. O significado da ‘Mulher do Fim do Mundo’ é a mulher que tem coragem, que enfrenta tudo. É isso, é força, é garra, é coragem, é lutar pelas mulheres, buscar o direito das mulheres, pelos gays, pela pele preta, enfim, por tudo isso.”

Composto exclusivamente por temas inéditos escritos para Elza Soares, do samba ao rock, sem esquecer o rap e a electrónica, este 34.º disco é a consagração da cantora que, com quase 80 anos, tem vindo a conquistar o Mundo.

Comentários