A curta-metragem “Sara F.”, de Miguel Fonseca, foi selecionada para o Festival de Oberhausen, a decorrer naquela cidade alemã entre 3 e 8 de maio. Antologia de Salomé Lamas será mostrada na secção Profiles.

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de Oberhausen conta com vários filmes portugueses no programa. “Sara F.” integrará a competição internacional do festival.

Realizada por Miguel Fonseca e produzida pela O Som e a Fúria (Luís Urbano e Sandro Aguilar), a curta-metragem narra história de Rute. É uma adolescente como tantas outras, que tem um segredo que ninguém conhece: recebe mensagens de ódio de Sara F.. Levanta assim questões sobre a privacidade e a violência na era contemporânea.

A obra de Salomé Lamas estará então em destaque na secção Profiles, dedicada a revelar o trabalho de instituições ou autores considerados importantes.

Assim, serão exibidas as curtas-metragens da realizadora portuguesa: um excerto de “Eldorado XXI” (2016); “Coup de Grâce” (2017); “Golden Dawn” (2011); “Theatrum Orbis Terrarum” (2013); “A Torre” (2015) e finalmente “Ubi Sunt” (2017).

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de Oberhausen decorre assim entre 3 e 8 de maio.

Comentários