Está aqui!
Home > Destaques > Young Fathers, Andy Shauf, You Can’t Win Charlie Brown e Mão Morta são as novas confirmações para o Vodafone Paredes de Coura

Young Fathers, Andy Shauf, You Can’t Win Charlie Brown e Mão Morta são as novas confirmações para o Vodafone Paredes de Coura

Young Fathers
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Young Fathers, Andy Shauf, You Can’t Win Charlie Brown e Mão Morta são as novas adições ao cartaz da edição de 2017 do festival Vodafone Paredes de Coura.

O trio de Edinburgo Young Fathers tem seguido uma trajectória muito própria com a sua combinação única de R&B, rap e pop, onde também vai cabendo o rap alternativo, o indie pop e até a música electrónica. Formado em 2008, durante a adolescência dos seus membros, e depois de passar por várias metamorfoses, o grupo gravou “Inconceivable Child… Conceived”, “Tape One” e “Tape Two” e começou a construir uma impressionante reputação enquanto banda ao vivo. “Death” chegou em 2014 com uma fusão de ritmos inventivos e corajosos e letras incisivas que lhes valeu o Mercury Prize, prémio que arrecadaram vencendo uma concorrência consideravelmente mais conhecida. “White Men Are Black Men Too” foi editado no ano seguinte e mostrou-se mais experimental que o seu antecessor. A mais recente contribuição do trio escocês é “Only God Knows”, música punk-gospel que faz parte da banda sonora de T2 – Trainspotting.

Igualmente interessado por música desde a adolescência, o canadiano Andy Shauf foi autodidata a aprender guitarra, bateria, piano e qualquer outro instrumento com o qual se cruzasse. As músicas que escreveu e gravou na cave da casa dos pais acabaram por se transformar em “Darker Days” (2009), trabalho ao qual se seguiu “Bearer of Bad News”, o registo com folk e pop sofisticados, editado em 2012, reeditado em 2015, e bem recebido pela crítica. O trabalho seguinte seguiu um processo semelhante na sua construção com Shauf a preferir gravar cada instrumento e arranjo ele próprio. O resultado é “The Party”, uma detalhada pérola pop para ver ao vivo na Praia Fluvial do Taboão.

Fundados em 2009 por Afonso Cabral, Salvador Menezes e Luís Costa, os portugueses You Can’t Win Charlie Brown passaram rapidamente a sexteto com a entrada de David Santos, Tomás Franco de Sousa e João Gil. O homónio EP de estreia abriu caminho a “Chromatic”, o primeiro LP da banda que a apresentou como projecto de linguagem musical definida e a levou a paragens dentro e fora do país. Seguiu-se “Diffraction/Refraction”, em 2014, e, quase três anos depois, regressaram com “Marrow”, o terceiro álbum de originais onde as tendências folk e as guitarras deram lugar a uma sonoridade mais eléctrica e dançável.

Reconhecida como umas das mais importantes bandas na cena rock portuguesa, os Mão Morta marcaram a sua posição desde o início, em 1985, com sons alternativos de experimentação, letras sombrias e uma intensidade e humor negro bastante característicos. Do rock ao punk, metal, industrial e experimental, a sonoridade dos Mão Morta pode ser difícil de categorizar, mas o seu lugar na história da música portuguesa está bem definido. À 25ª edição do Vodafone Paredes de Coura trazem a celebração dos 25 anos de edição de “Mutantes S.21”, lançado em 1992. O quarto álbum dos bracarenses, considerado por muitos o melhor do grupo, foi responsável, entre tantos outros temas, por “Budapeste (Sempre a Rock & Rollar)”, um dos mais conhecidos da mítica banda.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X