Em fevereiro, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão volta a receber a visita de uma das personagens mais divertidas da comédia portuguesa. O Zezé está de volta e com ele regressa também a genuína conversa da treta.

Escrito por Filipe Homem Fonseca e Rui Cardoso Martins, o espetáculo “Filho da Treta” sobe ao palco do grande auditório da Casa das Artes nos dias 17 e 18 de fevereiro.

Na peça, Zezé (José Pedro Gomes) “prossegue a sua luta contra o bom-senso, a solidariedade, o trabalho e outros conceitos primeiro-mundistas”, mas desta vez na companhia de Júnior (António Machado). “Numa comovente irritação entre duas gerações perdidas, discutem-se tascas gourmet, os refugiados, os paus de selfie, as novas famílias e outras pragas que assolam o mundo moderno”.

Mas o mês mais curto do ano traz ainda mais sugestões em agenda.

Na música destaque para o concerto da banda portuguesa Sean Riley & The Slowriders, no dia 11, no grande-auditório, e para o techno e hip-hop de PZ, no dia 18 de fevereiro, no café-concerto.

Nos dias 3 e 4 de fevereiro, a Academia do Espetáculo de Famalicão apresenta a peça “Miséria”. Um espetáculo produzido a partir de “Terror e Miséria do Terceiro Reich” de Bertolt Brecht, sobre a realidade da sociedade alemã sob o domínio nazi.

Entretanto, no dia 10 de fevereiro a Companhia de Dança Contemporânea de Évora sobe ao palco do grande auditório com o espetáculo “In-Shell-Side”, dirigido e coreografado por Nélia Pinheiro.

Por fim, e como estamos em mês de Óscares, a Casa das Artes exibe dois filmes nomeados para os maiores prémios da indústria do cinema – “Silêncio”, de Martin Scorsese, no dia 4, e “La La Land – Melodia de Amor”, no dia 25.

Comentários