Está aqui!
Home > Teatro > TNSJ dedica uma tarde para desvendar sobre o que é o teatro

TNSJ dedica uma tarde para desvendar sobre o que é o teatro

TNSJ
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Segunda sessão das “Quartas-Feiras Teóricas”, organizada pelo Teatro Nacional São João (TNSJ) conta com a presença de Francisco Frazão, programador de teatro da Culturgest.

Sobre que é o teatro?” Esta é a enigmática e complicada pergunta a que Francisco Frazão vai tentar dar resposta na segunda sessão das “Quartas-feiras Teóricas“. O projeto trimestral, organizado pelo Teatro Nacional São João (TNSJ) e que decorre no Centro de Documentação do TNSJ, no Mosteiro de São Bento da Vitória, assume-se como um desafio de especular e de trocar ideias sobre conceitos ou temas que tenham o teatro contemporâneo como horizonte. A iniciativa, coordenada por Paula Braga, decorre entre as 15h00 e as 18h00 e é de entrada gratuita, até ao limite de lotação da sala.

Na quarta-feira, dia 24 de fevereiro, o tradutor e programador de teatro da Culturgest vai analisar “em voz alta” os espetáculos recentes da espanhola Angélica Liddell, dos portugueses Teatro Praga e Cão Solteiro, dos americanos Elevator Repair Service e Nature Theater of Oklahoma e dos britânicos Forced Entertainment. Em comum, têm um conceito que se organiza pelas noções de polaridade: encenação/dispositivo, sinceridade/ironia, experiência/duração e absorção/teatralidade.

Francisco Frazão: um “inventivo leitor-espectador”

Programador de teatro da Culturgest desde 2004, Francisco Frazão já traduziu obras dos mais importantes dramaturgos como Samuel Beckett, Harold Pinter, Stephen Greenhorn, Howard Barker, Tim Crouch, Abi Morgan, Katori Hall, Chris Thorpe ou Tim Etchells. Entre 2000 e 2004, integrou a Comissão de Leitura dos Artistas Unidos. Faz parte da equipa do projeto de investigação “Falso Movimento: Estudos sobre a Escrita e Cinema”. Francisco Frazão colaborou com os suplementos Leituras e Mil Folhas, do Público, e Actual, do semanário Expresso. Tem vindo a publicar vários artigos e a dar aulas sobre teatro, cinema e literatura.

O Centro de Documentação do TNSJ foi fundado no ano 2000. O espaço integra um Arquivo, um núcleo essencial para os investigadores dos campos cénicos e para a preservação de documentos como registos vídeos de espetáculos, textos de teatro, dossiês fotográficos ou materiais promocionais das peças do TNSJ. Localizado no Mosteiro de São Bento da Vitória, contempla ainda uma Biblioteca considerada a melhor em Portugal no que toca às artes performativas. Disponibiliza gratuitamente a consulta de cinco mil livros, além de compilar vídeos, filmes e documentários sobre teatro e dança, óperas dirigidas por encenadores relevante, e ficheiros de teatro radiofónico. O Centro de Documentação está aberto ao público de segunda a sexta-feira, entre as 14h30 e as 18h00.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X