Está aqui!
Home > Destaques > TNSJ assinala Dia Mundial do Teatro com ciclo de Romeo Castellucci

TNSJ assinala Dia Mundial do Teatro com ciclo de Romeo Castellucci

Teatro
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Para celebrar o Dia Mundial do Teatro, que se assinala a 27 de março, o Teatro Nacional São João (TNSJ) promove várias iniciativas, com destaque para o ciclo dedicado a Romeo Castellucci.

No Dia Mundial do Teatro, a investigadora teatral Alexandra Moreira da Silva orienta um seminário sobre a estética do encenador italiano. No dia seguinte, 28 de março, é o próprio Romeo Castellucci que dirige uma masterclass onde falará do seu processo dramatúrgico. Ambas as iniciativas decorrem no Mosteiro de São Bento da Vitória (MSBV) e começam às 15h, sendo que as inscrições devem ser feitas através do e-mail rp@tnsj.pt ou do número 22 340 19 56.

O ciclo sobre Romeo Castellucci termina com a apresentação de Júlio César – Peças Soltas, uma intervenção dramática sobre William Shakespeare integrada no BoCA – Biennial of Contemporary Arts. Produzido originalmente em 1997, o espetáculo trata-se de uma cirúrgica operação teatral sobre a tragédia do “bardo” e das suas personagens. Júlio César – Peças Soltas está em cena no Mosteiro de São Bento da Vitória, nos dias 30 e 31 de março, com récitas às 17h e às 21h. O preço dos bilhetes é de 10 euros.

Viagem gratuita até aos bastidores do teatro e feirinha do livro

No Dia Mundial do Teatro vai ser ainda possível descobrir, de forma gratuita, a “máquina teatral” que permite a realização dos espetáculos que constam do programa do Teatro Nacional São João. Durante o dia, em três horários diferentes, vão ser promovidas visitas guiadas gratuitas ao TNSJ (10h, 12h30 e 15h) e ao Mosteiro de São Bento da Vitória (10h, 12h e 15h) permitindo conhecer a história e curiosidades destes dois edifícios emblemáticos. Durante a “viagem” ao MSBV, vai ser ainda possível descobrir a exposição Noites Brancas que propõe uma travessia a toda a volta do corredor superior do Mosteiro São Bento da Vitória por territórios cénicos das mais importantes produções do Teatro Nacional São João.

As visitas terão tradução em inglês, francês e espanhol, bem como um videoguia em Língua Gestual Portuguesa, para tornar a iniciativa acessível a todos os públicos. Como forma de celebração desta efeméride, e porque o teatro também se faz de grandes textos e dramaturgos, a instituição organiza uma Feira do Livro de Teatro que arranca no Dia Mundial do Teatro e se prolonga até dia 31 de março e na qual podem ser encontrados os livros editados ou coeditados pelo TNSJ nos últimos anos com descontos até 60 por cento. A iniciativa decorre no foyer do Teatro Nacional São João (no Dia Mundial do Teatro, entre as 10h e as 19h; nos restantes dias, entre as 13h e as 19h) e no átrio do Mosteiro de São Bento da Vitória (a 27 de março, entre as 10h e as 13h e entre as 14h e as 18h e, nos dias seguintes, entre as 14h e as 18h).

Estreia: Nuno Cardoso encena Veraneantes de Maksim Gorki

Ainda em março, os espaços de programação geridos pelo Teatro Nacional São João acolhem três espetáculos, com destaque para a estreia de Veraneantes de Maksim Gorki. Com encenação de Nuno Cardoso, a peça coloca em cena personagens espertas e ociosas que levam a vida como se esta fosse uma espécie de mercado, onde se enganam uns aos outros, tentando ter a maior vantagem na troca de experiências. Veraneantes pode ser vista a partir de quinta-feira, dia 9, até 18 de março, no TNSJ.

Pinocchio: O jogo das grandes verdades e das grandes mentiras

Já entre os dias 15 e 19 de março, Pinocchio sobe à cena no Teatro Carlos Alberto (TeCA), uma adaptação do clássico de Carlo Collodi numa encenação de Bruno Bravo. Na história do italiano joga-se ao jogo das verdades e das mentiras e aborda-se o terror noturno sobre a exaltação da vida e das dores de crescimento e da infância, onde tudo é tão impreciso e disforme que desconfiamos de lá ter estado. Importa referir que Pinocchio é uma substituição d’As Confissões, espetáculo que estava previsto estrear nesta data, mas que foi cancelado pela companhia As Boas Raparigas.

Anna Karénina, por Tiago Rodrigues, vai habitar o TNSJ

Como Ela Morre, que se estreará a 9 de março no Teatro Nacional D. Maria II, é a mais recente criação de Tiago Rodrigues e “viajará” até ao TNSJ entre os dias 22 e 25 de março. A partir de Anna Karénina, o espetáculo é uma releitura da obra-prima de Liev Tolstói e conta com a interpretação de dois atores portugueses (Isabel Abreu e Pedro Gil) e dois performers belgas da tg STAN – companhia que coproduz o espetáculo –, cujas vidas foram “transformadas” pelo romance.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X