Está aqui!
Home > Destaques > TNSJ acolhe projeto de Serralves sobre transformações de género

TNSJ acolhe projeto de Serralves sobre transformações de género

TNSJ
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

“Private Song” será apresentado pela primeira vez no Porto, depois da estreia mundial na Alemanha, a 13 de outubro no TNSJ.

Considerada uma das mais importantes coreógrafas europeias, Alexandra Bachzetsis trabalha frequentemente a performance, a dança e as artes visuais. Os seus projetos foram recentemente apresentados na Chisenhale Gallery (Londres, 2012), na Documenta 13 (Kassel, 2012), na Fondation Beyeler (Basileia, 2013) e na Documenta 14 (Atenas e Kassel, 2017), palco da estreia mundial de Private Song. O espetáculo, programado pela Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, será agora apresentado pela primeira vez no Porto, no Teatro Nacional São João (TNSJ), na sexta-feira, dia 13 de outubro, às 21h00.

Private Song é antecedido por Private: Wear a mask when you talk to me, um solo de Alexandra Bachzetsis que será apresentado no Auditório de Serralves. Esta performance recorre à automutação enquanto técnica de exploração de construções sexuais e culturais através da repetição ritualizada do gesto manifestado no corpo. Já Private Song, interpretado pela coreógrafa e dois bailarinos, desenvolve a estratégia proposta no espetáculo anterior, questionando, acentuando e neutralizando a relação do espectador com os corpos em movimento no palco.

A construção da identidade afetiva e sexual

Private Song aborda as questões da construção social e coletiva de sentimentos, das transformações de género e das transições culturais, introduzindo canções populares rebético – tipo de música popular urbana da Grécia – das décadas de 1940 e 50, com o objetivo de unir vozes singulares e gestos codificados da dança oriental e moderna, dos modelos sexuais de Hollywood ou de movimentos da luta livre. Private Song é inspirado nos escritos de Paul B. Preciado, pensador no âmbito da política sexual e de género e colaborador de Alexandra Bachzetsis neste projeto.

Alexandra Bachzetsis trabalha de forma independente desde 2001, tendo criado mais de 24 projetos, muitas vezes em colaboração, que foram exibidos em cinemas, festivais e espaços públicos de todo o mundo. Grande parte do trabalho da coreógrafa assenta no uso do gesto e do movimento em géneros populares, em contraposição com o género “artístico”, e de como estes influenciam, através de estereótipos e arquétipos, a maneira como executamos e encenamos nossos corpos. Private Song é uma coprodução Volksbühne Berlin, Frans Hals Museum | De Hallen Haarlem, com dramaturgia de Tom Engels e colaboração de Yonatan Zohar. O espetáculo é para maiores de 12 anos, sendo que o preço dos bilhetes é de 16 euros.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X