“Grosso Modo”, de Jacinto Lucas Pires, é lançado na próxima segunda-feira, dia 7, no Centro de Documentação do Teatro Nacional São João (TNSJ), no Mosteiro de São Bento da Vitória.

“Grosso Modo” é uma coletânea de nove contos de Jacinto Lucas Pires que vai estar, em jeito de conversa, acompanhado por Nuno Carinhas, diretor artístico do Teatro Nacional São João a ler passos da obra, cujas narrativas são habitadas por instantes de desespero e epifania, experiências de indignação e espanto, ao mesmo tempo que revela um compromisso com o nosso presente e o nosso quotidiano.

Jacinto Lucas Pires é um dramaturgo bastante conhecido do Teatro Nacional São João, tendo já estreado e produzido vários textos na Casa, como “Arranha-Céus” (1999), “Figurantes” (2004) e “Exactamente Antunes” (2011).

Nascido no Porto em 1974, Jacinto Lucas Pires já publicou vários livros na Cotovia – editora que também é a responsável por “Grosso Modo“. O último romance do escritor, “O Verdadeiro Ator” (2011), ganhou o Grande Prémio da Literatura DST 2013 e foi publicado nos Estados Unidos da América. Em 2008, foi-lhe atribuído o Prémio Europa – David Mourão Ferreira, da Universidade de Bari/Instituto de Camões, por um júri presidido pelo filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço.

“Grosso Modo” é lançado na próxima segunda-feira, dia 7 de março, e a sessão tem início marcado para as 18h30, no Mosteiro de São Bento da Vitória. Este é um evento de entrada livre.

Comentários