Está aqui!
Home > Dança > Teatro Nacional São João inaugura fevereiro com ciclo de dança

Teatro Nacional São João inaugura fevereiro com ciclo de dança

Dança
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Para o mês de fevereiro, os espaços do Teatro Nacional de São João (TNSJ) estarão focados na dança com a apresentação das novas criações de Victor Hugo Pontes, Paulo Ribeiro e Ruben Marks.

O ciclo de dança do TNSJ arranca com “Se alguma vez precisares da minha vida, vem e toma-a“, a nova criação de Victor Hugo Pontes, que fará parte deste “Tchékov dançável” – um novo ciclo criativo que abre portas à celebração e uma viagem pelos limites do corpo.


O regresso de Victor Hugo Pontes a Tchékov e ao TNSJ

DeSe alguma vez precisares da minha vida, vem e toma-a ©José Caldeira 11 a 13 de fevereiro, Victor Hugo Pontes apresenta, no TNSJ, a sua nova criação cujo espetáculo detém-se sobre o enredo e as personagens de “A Gaivota” – peça de Anton Tchékhov cujo êxito a converteu em emblema do próprio Teatro de Arte de Moscovo – para os pôr a dançar.

O coreógrafo regressa assim à obra do dramaturgo, depois de ter integrado a equipa criativa do espetáculo  “A Gaivota”, com encenação de Nuno Cardoso, assim como das obras “Platónov” e “As Três Irmãs” e de ter encenado a peça “Os Malefícios do Tabaco

O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros. O espetáculo é uma coprodução de Nome Próprio, Centro Cultural de Belém, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Viriato e TNSJ.


TNSJ celebra 20 anos da Companhia Paulo Ribeiro

A Festa ©José AlfredoA Festa (da insignificância) assinala os 20 anos da Companhia Paulo Ribeiro, um número redondo para celebrar “carreira e maturidade” e anunciar a transição para um novo ciclo criativo. Os bailarinos desta “festa” estão, entre 18 e 20 de fevereiro, no TNSJ, acompanhados por músicos do Drumming – Grupo de Percussão para envolver o público na criação de uma comunidade de prazeres. A Festa (da insignificância) foi incluída na lista dos melhores espetáculos de dança de 2015 pelos críticos dos jornais Expresso e Público.

O espetáculo resulta de uma coprodução Companhia Paulo Ribeiro, Théâtre National de Chaillot, Scène National de Besançon, Culturgest, Teatro Viriato, Câmara Municipal de Viseu, TNSJ. Dia 20 de fevereiro, às 16h00, no Salão Nobre, o TNSJ acolhe a apresentação do livro “Uma Coisa Concreta – Companhia Paulo Ribeiro, 20 Anos de Histórias“, com a presença de Paulo Ribeiro e Tiago Bartolomeu Costa.

O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros.


Estreia absoluta da nova criação de Ruben Marks

Habeas Corpus ©Ruben MarksRuben Marks estreia a 26 de fevereiro, no Teatro Carlos Alberto, “Habeas CorpusQue tenhas o teu corpo” e assume a conceção, texto, coreografia, encenação e direção do projeto.

Conciliando o texto e o vídeo, como suporte da ação, constroem-se imagens de carga dramática entre uma atriz-bailarina e quatro bailarinos, sobre as inquietudes expressivas do Corpo.

A peça, que resulta de uma coprodução de Ruben Marks e do TNSJ, estará em cena até 28 de fevereiro, sendo o preço do bilhete de 10 euros.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X