Está aqui!
Home > Música > Concertos > Sérgio Godinho: a celebração da “Liberdade” pela estrada fora

Sérgio Godinho: a celebração da “Liberdade” pela estrada fora

Sérgio Godinho
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Sérgio Godinho vai celebrar a “Liberdade” com vários concertos nas festividades que assinalam o 25 de abril de 1974 e ainda com uma exposição em Grândola.

É frequentemente referido com um dos seus livros favoritos, “Pela estrada fora” de Jack Kerouac, e sem sombra de dúvida é também uma expressão que define bem a vida e obra, inquietas, de Sérgio Godinho. Em abril é já habitual ter a agenda sobrecarregada com a participação em eventos relacionado com as comemorações do 25 de abril de 1974 mas este ano os motivos são os mais variados. Assim:

  • dias 22 e 23 de abril: Sérgio Godinho levará o espectáculo “Liberdade” até ao Norte do país, mais concretamente ao Auditório Municipal de Gondomar e ao Teatro Municipal de Vila do Conde, para apresentação do concerto estreado quando da passagem do 40º aniversário da revolução de Abril;
  • dia 24: o destino é a freguesia de Alhos Vedros, Moita, na companhia de Jorge Palma para o concerto  “JUNTOS” em que fazem um percurso pelos temas que há muito são a banda sonora das nossas vidas;
  • dia 25: a vila alentejana de Mora receberá “Liberdade” para um comemoração ao final da tarde, numa autêntica matinée revolucionária;
  • dia 28: é “Coração Mais Que Perfeito”, a sua mais recente publicação literária, que justifica a viagem até ao Algarve, mais concretamente até à Biblioteca Municipal Vicente Campinas, em Vila Real de Santo António, para uma conversa/apresentação integrada no ciclo “Sinónimos de Leitura”;
  • dia 29: serão os “Dias da Música” que levarão Sérgio Godinho até ao Centro Cultural de Belém para duas acções no âmbito do evento deste ano que tem o subtítulo “As Letras da Música” – a primeira, às 18H00, uma conversa com o jornalista Nuno Galopim; a segunda, às 22H00, um concerto, já esgotado, na companhia do pianista Filipe Raposo, músico com quem Sérgio tem colaborado ao longo do último ano e cuja parceria foi recentemente distinguida com o “Sophia 2017” para Melhor Canção Original atribuído pela Academia Portuguesa de Cinema;
  • dia 30: a inauguração da exposição “Sérgio Godinho – Escritor de Canções” promovida C.M de Grândola e que estará patente nos Antigos Paços dos Concelho até 29 de Outubro. Uma ideia da Divisão de Cultura e Desenvolvimento Social local e que mobilizou em seu torno nomes como Anabela Mota Ribeiro, Jorge Palma, Nuno Galopim, Capicua, Nuno Artur Silva, Viriato Teles ou João Carlos Callixto que contribuíram para a brochura de 120 que será publicada e que incluirá, para além de notas biográficas, texto originais e imagens inéditas. Para assinalar a abertura, será ainda promovido um espectáculo musical com artistas locais com o título “O Elixir da Eterna Juventude – Canções de Sérgio Godinho revisitadas por artista de cá”. Uma forma dinâmica de homenagear o “escritor de canções”.
Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X