Está aqui!
Home > Música > Concertos > Rebecca Martin estreia-se em Portugal a convite da Orquestra Jazz de Matosinhos

Rebecca Martin estreia-se em Portugal a convite da Orquestra Jazz de Matosinhos

Rebecca Martin
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Rebecca Martin vai estrear-se em terras lusas no próximo dia 30 de novembro, na Casa da Música, ao lado da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Rebecca Martin, convidada pela Orquestra Jazz de Matosinhos para se estrear em Portugal na Casa da Músic, e para seguir viagem com a big band para o Voll-Damm Festival Internacional de Jazz de Barcelona, onde actuam dia 1 de dezembro, a cantora norte-americana contemporânea do pianista Brad Mehldau, do saxofonista Chris Cheek e do guitarrista Kurt Rosenwinkel, bem conhecidos da OJM, promete encantar com originais e standards.

A sua estreia na música aconteceu ao lado de Jesse Harris com quem formou os Once Blue. O álbum de estreia saiu em 1995 e teve repercussão internacional.

A solo, Rebecca Martin lançou-se em 1998 com “Thoroughfare” um álbum composto e produzido pela própria. Quatro anos mais tarde editou uma coleção de standards, “Middlehope”, que o The New York Time nomeou como um dos 10 melhores álbuns de jazz do ano.

O segundo de originais saiu em 2004, “People behave like ballads”. Um ano mais tarde tornou-se na primeira cantora a acompanhar em disco o baterista e compositor de jazz Paul Motian. Esta parceria foi marcante na carreira de Rebecca Martin.

Em 2008 voltou a editar em nome próprio, “The Growing Season, um álbum produzido por Kurt Rosenwinkel. O sucesso deste trabalho levou a que fosse convidada a tocar no nova-iorquino Village Vanguard tornando-se na primeira cantautora a actuar neste clube de jazz em mais de 30 anos. Este trabalho valeu-lhe também o prémio para melhor álbum folk/cantautor nos Independent Music Awards de 2009.

Um ano mais tarde editou “When I Was Long Ago” e em 2013 “Twain”.

Paralelamente à carreira musical, Rebecca Martin desenvolve um trabalho intenso junto da comunidade na sua terra adoptiva, Kingston/Nova Iorque, promovendo a transparência governamental e o envolvimento cívico. Nomeada activista da comunidade em 2009, fundou o Kingston Citizens em 2006 como forma de entender o trabalho do governo local e criar uma plataforma de envolvimento da sociedade civil nas decisões que envolvem a sua zona.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X