Está aqui!
Home > Música > Festivais > Queen + Adam Lambert foram reis e senhores da noite

Queen + Adam Lambert foram reis e senhores da noite

Queen
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Texto: Susana Ribeiro
Fotografias: Pedro Raimundo

Queen + Adam Lambert subiram ao palco Mundo para 74 mil pessoas. Alguns já tinham assistido a concertos dos Queen, para outros era a primeira vez, para muitos era o realizar de um sonho que julgaram durante muito tempo não ser possível. Passados 25 anos da morte de Freddie Mercury, Queen chegam a Lisboa com novo vocalista, Adam Lambert. Não é um substituto, o lendário Freddie Mercury é insubstituível, mas o legado continua pela voz de Lambert, que não desiludiu.

Passava da meia-noite, a lua estava cheia e iluminava o Parque da Bela Vista, as luzes do palco estavam desligadas e as 74 mil pessoas presentes estavam ansiosas por ouvir Queen. O pano caiu, as luzes finalmente ligaram-se e começaram a soar os primeiros acordes de “Flash Tape”. Começava o concerto de Queen, com Adam Lambert a dar voz aos temas de sempre.

As músicas o público conhecia bem e cantava a plenos pulmões, a desconfiam-se perante Adam Lambert ia passando a cada nova música. Longe de ser o desastre que muitos pensavam, o cantor não foi perfeito mas cumpriu bem o seu papel. Longe de tentar imitar Freddie, Lambert ocupou o seu espaço, sendo ele próprio, não esquecendo nunca a voz que imortalizou os temas que agora interpretava. As imagens de Freddie Mercury apareciam no ecrã no centro do palco, para lembrar que a banda não continua simplesmente sem ele, mas continua para lhe prestar homenagem.

No concerto houve espaço para tudo, momentos em que a multidão tirou os pés do chão e gritar a plenos pulmões como durante “Break Free” e “Don’t Stop Me Now”, batalhas de bateria entre o icónico Roger Taylor e o filho Rufus Taylor, e um solo de guitarra protagonizado por Brian May que trouxe os acordes de sempre. O guitarrista falou em português, agradeceu “à gente porreira de Portugal” e protagonizou um dos momentos mais emocionantes da noite, ao cantar sozinho na frente do palco “Love of my life”. O mar de gente ergueu os telemóveis no ar tendo iluminado o Parque da Bela Vista e acompanhando o músico durante toda a música.

Já em encore, ouviu-se Radio Gaga e o público acompanhou com aplausos a icónica música “We Will Rock You”. O concerto terminou com “We Are the Champions”, numa noite em que o público também saiu vencedor por ter a oportunidade de ouvir ao vivo os hinos de sempre. Não voltámos aos anos 70/80, não foi Freddie Mercury que esteve no palco, mas tivemos uma experiência que não teríamos de outra forma. Freddie cantava “The Show Must Go On”, e não esquecendo as suas palavras, foi isso que aconteceu no Parque da Bela Vista.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X