Está aqui!
Home > Música > Concertos > Pentatonix enchem Coliseu do Porto de magia

Pentatonix enchem Coliseu do Porto de magia

Pentatonix
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Os Pentatonix encerraram a digressão mundial com um concerto no Coliseu do Porto este domingo. Us The Duo ficaram encarregues de aquecer o público para o grupo acappella texano.

Us The Duo subiram ao palco do Coliseu do Porto às 21h e começaram a aquecer o público, maioritariamente jovem, para o grupo acappella sensação do momento: os Pentatonix.

Michael e Carissa Alvarado, que formam o duo de pop folk americano com um percurso e história semelhante aos Pentatonix, trouxeram até à Invicta alguns temas bastante conhecidos como “Ain’t No Mountain Higher” de Marvin Gaye e um medley com os hits de 2015, onde estão incluídos artistas como Adele, Justin Bieber, Bruno Mars, OMI e Charlie Puth.

Depois da atuação do duo americano, fez-se um intervalo para preparar o set para os Pentatonix. As luzes apagam-se, o Coliseu desata logo aos gritos e aplausos até que se começam a ouvir os primeiros versos de “Cracked”, ao mesmo tempo que o palco acolhe um jogo de luzes que nos mostra que está vazio.

As luzes tornam novamente a apagar-se num momento silencioso da canção e o quinteto entra em palco para terminar o que começou. Gritos e mais gritos, aplausos, saltos, tudo num estado de euforia próprio da idade dos que ali estavam a delirar com os Pentatonix.

Scott Hoying, Kirstin Maldonado, Mitchell Grassi, Avriel Kaplan e Kevin Olusola começam a provar o porquê do seu sucesso num palco à mesma medida. Para além de alguns originais, os Pentatonix não podiam deixar de lado alguns dos seus grandes medleys que os trouxeram para debaixo das luzes da ribalta.

Um espetáculo quase que transformado num musical, onde a voz era a única arma que tinham e a verdade é que conseguiram desarmar os fãs. Passaram pelos maiores êxitos de Michael Jackson, acalmaram um coliseu com “Love Yourself” para de seguida arrebatarem com “Where Are You Now”, ambos temas de Justin Bieber.

Us The Duo voltam ao palco onde unem as suas vozes às dos Pentatonix para uma interpretação irrepreensível de “If I Ever Fall in Love”.

Pentatonix1

O palco fica vazia e Kevin, mais conhecido como KO, sobe ao palco com um violoncelo, o único instrumento que trouxeram para o espetáculo, para além das vozes. Sentado numa cadeira, mesmo no centro do palco, com uma spot light por cima de si, Kevin dedilha de forma exímia “Prelude Nº1” de Bach, que acompanha com um beatbox que casa na perfeição com o som do violoncelo. Este foi um momento para, mais do que ser visto, ser ouvido e sentido.

Num abrir e fechar de olhos já estamos em modo “Radioactive” com os restantes membros no palco e do nada estamos embrulhados num medley com “Say Something” e “Papaoutai”.

Como se a euforia ainda não estivesse instalada no Coliseu, o quinteto decide convidar cinco meninas para subirem ao palco e cantarem com eles “Misbehavin”. Desta vez os fãs saltavam e gritavam em jeito de “escolhe-me, escolhe-me!”.

Depois de muitos gritos, que infelizmente acabaram por abafar muitas vezes a magia do Pentatonix, aplausos e saltos, a primeira parte deste espetáculo fecha com o medley que os fez saltar à vista do povo, com temas dos Daft Punk.

Em vários momentos se dirigiram ao público, cada qual na sua vez, elogiando a energia e boa disposição dos portugueses. Fizeram questão de tirar uma fotografia à plateia elogiada deixando ainda a nota de que seria publicada nas demais redes sociais do grupo.

Este foi um espetáculo repleto de magia, onde cinco pessoas conseguiram agitar um Coliseu inteiro utilizando apenas o que de melhor têm: a voz.Pentatonix6

Para acederem à galeria completa basta clicarem aqui.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X