Está aqui!
Home > Música > Concertos > Os Azeitonas na Casa da Música: Em perfeito acústico num Porto ouvinte

Os Azeitonas na Casa da Música: Em perfeito acústico num Porto ouvinte

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Os Azeitonas estiveram ontem na Casa da Música para um concerto em acústico com vários convidados. A banda saiu do registo habitual e preparou um espetáculo mais calmo que permitiu ao público conhecer a essência encantadora da banda.

Poucos minutos depois da hora marcada entram em palco o pianista João Salcedo e os vocalistas Mário Brandão e Luísa Barbosa. Ao som das teclas de Salsa, como é chamado pelos colegas, Marlon e Nena interpretaram “Ray-Dee-Oh”. Desde logo foi visível o diferente registo em que a banda se apresentou durante a noite. 20 músicas e um reportório que começou ao comando de Marlon e mais tarde destacou também a vocalista.

Juntam-se em palco um conjunto de 10 músicos. Entre bateria, baixo, guitarras, instrumentos de sopro, precursão e piano, o palco encheu-se de vida e fez desta noite um verdadeiro espetáculo de instrumentos e boa música.

Durante todo o espetáculo, Marlon e Salsa mostraram-se muitos divertidos e conseguiram contagiar toda a sala. Destaque para Marlon que, entre histórias de concertos e episódios pontuais, foi um puro entertainer ao longo da noite.

Ouviram-se temas como “Whatever, Tanto Faz” e “Ela Foi Para a Guerra” mas foi “Tonto de Ti” o primeiro a arrancar efusivos aplausos e coro do público. Sempre com perfeitas harmonias no pano de fundo, a banda seguiu o alinhamento e contou com um momento ao estilo do Velho Oeste. “Canção Cauboi” fez relembrar a banda sonora dos filmes de cowboys e foi aprovada pela plateia que muito aplaudiu.

Momento para chamar o primeiro convidado da noite. Pedro Tatanka, vocalista e músico dos Black Mamba, subiu ao palco para interpretar, com Marlon, um tema que fala sobre um pelo branco no bigode. “Escrevi esta música porque descobri um pelo branco no bigode e achei que seria um ótimo tema” – brincou o vocalista. Antes de sair, Tatanka cantou ainda “Cantigas De Amor”.

Sai o primeiro convidado e entra de imediato a segunda. Luísa Sobral junta-se a Marlon para interpretar “Chichi, Cama”, canção escrita para uma rubrica da Rádio Comercial. Tempo para trocar o vocalista e juntar as duas Luísas em palco. Luísa Sobral e Luísa Barbosa (Nena) cantaram o tema “Showbiz” num dos momentos maia ternurentos do serão. Antes de Luísa Sobral sair, houve ainda espaço para o tema “Cantiga de Embalar Jovens Adultos”.

Altura para Nena assumir o comando do espetáculo e interpretar, apenas ao som do piano, o tema “Nos Desenhos Animados” com direito ao coro dos elementos da banda. Todos de volta ao palco entoam “Não Há Direito” e preparam-se para a despedida. “Este é aquele momento em que fazemos de conta que vamos embora mas vocês sabem que não, até porque falta um convidado” – brincou o vocalista.

A verdade é que saíram e apenas voltou Salsa. O pianista e membro do trio regressou ao palco para, sozinho, cantar “Fundo Da Garrafa”. O músico mostrou a sua forte voz rouca e surpreendeu todos na sala. Aplausos efusivos para a revelação e altura para a banda mostrar as suas capacidades de harmonia vocal no tema “Balada de Um Banco de Jardim”.

O concerto caminhava, agora sim, para o fim e chegava o momento de revelar o último convidado. “Eu não gosto de lhe chamar ex-companheiro de banda porque ele continua connosco nas músicas” – Marlon chama ao palco Miguel Araújo. O ex-membro d’Os Azeitonas juntou-se à sua anterior banda para, juntos, cantarem o tema “Bolsa de Amores”.

Mais uma saída e mais uma reentrada para um tema icónico da banda. “Anda Comigo ver os Aviões” foi cantado por Marlon, Salsa, Miguel Araújo e possivelmente todas as pessoas que estavam nesta sala Suggia da Casa da Música.

Depois de “Angelus” o concerto estava mesmo a terminar. Um fim que ficou a cargo de todos os que pelo palco passaram nesta noite. Ao som de “Quem És Tu Miúda” e com todos os elementos com uma guitarra, Os Azeitonas despediram-se da Casa da Música com chave de Ouro.

Um concerto absolutamente cativante que tornou o serão de quarta à noite num espetáculos de boa música e boa disposição. Um registo acústico que lhe assentou, indiscutivelmente, muito bem.

Para acederes à galeria completa clica aqui.

Texto: Daniela Fonseca
Fotografias: Simão Barbosa

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X