No próximo dia 30 de março, o Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery recebe a Orquestra Jazz de Matosinhos e o pianista Gonçalo Moreira.

O pianista de Coimbra, Gonçalo Moreira, é o solista convidado pela Orquestra Jazz de Matosinhos para o sexto concerto do ciclo dedicado aos Novos Talentos do Jazz, dia 30 de Março, às 22h00, no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery.

Ao vivo, o pianista e a big-band vão interpretar um tema original de Gonçalo Moreira, “Poema à Mãe”; dois temas originais de Carlos Azevedo que remontam aos primeiros anos da OJM, “Does It Matter” e “Pipiwipi”; uma composição de João Paulo Esteves da Silva, “Bela Senão Sem”; o icónico “Zhivago”, de Kurt Rosenwinkel; “Hang Gliding”, de Maria Schneider; dois temas de Jim McNeely, pianista e compositor da histórica Vanguard Jazz Orchestra, “We Will Not Be Silenced” e “Extra Credit”); e ainda “The Orb” e “Arcata”, resultado da recente parceria com o pianista Fred Hersh.

Licenciado pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, onde estudou com o director da OJM, Pedro Guedes, e Abe Rábade, Gonçalo Moreira concluiu o curso de Jazz com um recital composto por temas originais, obtendo a classificação de 20 valores. É Mestre em Performance pela Universidade de Aveiro e ao vivo apresenta-se com um quinteto em nome próprio e em projectos como Michael Laurent & The Groove Merchants e  o Septeto de Nuno Ferreira.
Participou nos discos de João Mortágua (“Janela”), Mané Fernandes (“BounceLab”) e Alexandre Coelho Quarteto; e assinou a banda-sonora da peça de teatro “A Lenda da Princesa Peralta”. Em 2011, venceu o segundo prémio na categoria Combo Jazz do Prémio Jovens Músicos.

Recorde-se que o ciclo Novos Talentos, cuja missão é revelar alguns dos melhores solistas da nova geração do jazz português, começou em 2014 e o instrumento eleito foi a voz. Sofia Ribeiro foi a primeira cantora convidada, a que se seguiu, em 2015, Rita Maria. No final desse ano ainda houve tempo para o saxofone de Ricardo Toscano, e 2016 começou com João Mortágua. Com Mané Fernandes as atenções viraram-se para a guitarra, no final do ano passado, e 2017 começa ao piano, com Gonçalo Moreira.

Os bilhetes para o concerto de dia 30 já estão à venda e custam 12,50€ e o espetáculo tem início marcado para as 22h.

Comentários