Está aqui!
Home > Destaques > NOS Primavera Sound sucumbiu ao canto de Elza Soares

NOS Primavera Sound sucumbiu ao canto de Elza Soares

Elza Soares
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Elza Soares foi a protagonista da terceira e última noite do NOS Primavera Sound. Atuou no Palco Super Bock  e ninguém conseguiu ficar indiferente ao canto de chamamento da brasileira.

Nos últimos meses, Elza Soares não tem arredado pé de Portugal. Coliseus, festivais, ela não para e o reconhecimento também não. “A Mulher do Fim do Mundo”, último disco lançado em 2015, ainda não parou de fazer furou e já arrecadou alguns prémios.

A sua atuação ficou guardada para o último dia do NOS Primavera Sound e ela foi, sem dúvida, a verdadeira rainha da primavera. Desengane-se quem pensava que Elza Soares às 18h30 seria muito cedo e que teria pouco público. Nada disso. A frente do Palco Super Bock estava cheia de gente com samba no pé, na alma e em todo o lado.

Nascida nas favelas, cresceu e viveu períodos conturbados, foi com as suas canções que revolucionou o mundo da Música Popular Brasileira e veio até à Invicta para fazer uma “festa linda”. O sol ainda brilhava lá no alto, Elza estava sentada no centro do palco mas lá ao fundo, no alto, no trono, acompanhada de uma banda com a revolução na ponta dos dedos, na voz.

Ela que viveu em época de repressão, aos 12 anos era casada, aos 20 viúva, cinco filhos a seu cargo mas chegou aos tempos de hoje destemida e pronta a denunciar tudo. O Primavera cantou em plenos pulmões “‘cê vai-se arrepender de levantar a mão pra mim” entre outros versos de “Maria da Vila Matilde”, um hino contra a violência doméstica e entrou neste feito de denunciar os podres de uma sociedade numa de “o mundo vai terminar num poço cheio de merda”.

Elza não se mexe muito durante o espetáculo. Aliás, só os braços e a cabeça mas não é no corpo que lhe está a expressão. É nas palavras, nas canções, e o que ela pede é que a deixem cantar, é tudo o que mais quer. Nós deixámos. Durante todo o concerto que pareceu tão curto mas também a ajudámos, acompanhámos.

Revolta, inconformismo e uma postura de que “ninguém me cala” é assim que ela surge, é assim que ela nos desfaz. Quer seja com “A Carne” que fala-nos cruamente do racismo, como a raça negra é vista: “a carne mais barata do mercado”.

“Benedita” foi um dos outros momentos mais bonitos do final da tarde deste sábado. Com Rubi, cantor e bailarino, deitado no seu colo, dedica esta canção a Gisberta, a transexual assassinada no Porto em 2006. Conta-nos também a história de uma pessoa brasileira que morreu também exatamente por ser transexual.

Não há lugar para o preconceito, para a discriminação, mas a verdade é que “ela leva o cartucho na teta”. Se arranja muitos inimigos com as suas letras revolucionárias? Se calhar até arrecada uma meia dúzia de inconformados mas arranja umas outras dezenas de milhares de meias dúzias de apoiantes, seguidores, que se revêem nas suas canções, que lutam pelas mesmas coisas que a artista carioca.

Sabe o que vai de mal no mundo, sabe o que vai de bem. Em pleno dia 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões, das Comunidades Portuguesas, canta-nos os parabéns e arremata com um “Viva Portugal!”.

Elza Soares trouxe muita gente ao Parque da Cidade neste último dia de NOS Primavera Sound e vai sempre trazer a qualquer sítio que vá. Senhora Dona Elza, volte sempre, sim?

Para acederes à galeria completa clica aqui.


Texto: Mónica Ferreira
Fotografias: Bruno Ferreira

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X