Os Metronomy vieram até ao NOS Primavera Sound 2017 com um punhado de sucessos na mala para transformar o Parque da Cidade numa autêntica pista de dança.

Diretamente de Devon (Reino Unido) caiu-nos no Palco NOS, por volta das dez da noite, os Metronomy. Eles que viram o seu nome chegar mais longe após o lançamento do bem sucedido “The English Riviera” (2011), vieram até ao NOS Primavera Sound decididos a proporcionar-nos um verdadeiro “good time”.

Cartazes e mais cartazes, novos e velhos, a pista de dança estendia-se por todo o recinto que abrangia soul, rock e funk e tudo graças aos Metronomy. Repletos de energia, estes cinco músicos fazem o trabalho de outros tantos e metem todos a dar à anca enquanto estão a “curtir o som” com a sua electro pop.

Serviram-nos “Summer 08” e deram-nos verdadeiras doses de adrenalina e energia com temas como “My House”, “Summer Jam”, “16 Beat”, transformando-nos em reais “Night Owl”. Uma viagem pelos seus cinco discos que contagiou tudo e todos com as suas sonoridades electro que roçam ali de quando em quando o disco.

“Porto é a cidade mais bonita onde estivemos”, diz-nos Joseph Mount e o NOS Primavera Sound derrete-se feito gelado de leite em pleno verão com 40º. Para a ceia ser melhor, só mesmo ouvirmos “Love Letters” que ficou bem guardada para o final do espetáculo ao lado de “Everything Goes My Way”, “The Look” e “Reservoir”.

O público rendeu-se. Ficou rendido e de braços abertos para mais investidas dos Metronomy sempre que assim o entenderem. O NOS Primavera Sound terminou este sábado, o dia que trouxe até ao Parque da Cidade mais gente depois de Bon Iver esgotar o festival. Gentes que apreciam música, sonoridades, coisas diferentes dos comerciais que por aí andam não faltaram à festa.

Para acederes à galeria completa clica aqui.


Texto: Mónica Ferreira
Fotografias: Bruno Ferreira

Comentários