Está aqui!
Home > Destaques > MEO Marés Vivas 2017: Agir e Miguel Araújo são as primeiras confirmações nacionais

MEO Marés Vivas 2017: Agir e Miguel Araújo são as primeiras confirmações nacionais

Agir e Miguel Araújo
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Agir e Miguel Araújo são as primeiras confirmações nacionais do MEO Marés Vivas. Os artistas atuam nos dias 14 e 16 de julho, respetivamente no palco principal no festival.

E logo no primeiro dia do festival, a 14 de Julho: AGIR – compositor, produtor e intérprete desde os 12 anos de idade, Agir herda dos pais a paixão pelas artes performativas decidindo rapidamente que é na música que quer viver. Aos 20 anos gravou o seu primeiro álbum “Agir”, seguindo-se o EP “Alma Gémea” (2013) e a mix-tape #agiriscoming, em 2014.

“Leva-me A Sério” é o novo álbum de Agir, que nele mostra o imenso talento de um dos principais cantores da nova música portuguesa de expressão urbana, sendo todas músicas escritas e produzidas por si. Os videoclipes dos singles “Tempo é Dinheiro” e “Ela Parte-me o Pescoço” foram já visualizados por muitos milhões de fãs que insistem também em marcar presença em massa nos seus concertos, fazendo destes verdadeiras enchentes como se viu nos Centros Comerciais Colombo e Fórum Algarve e festivais Sumol Summer Fest, MEO Sudoeste e Sol da Caparica, entre muitos outros por todo o País. Antes do final do ano, Agir ainda teve tempo de ganhar o Best Portuguese Act da MTV Portugal, representando assim Portugal na gala MTVEMA 2015, em Milão.

MIGUEL ARAÚJO já é artista da casa e no dia 16 de Julho regressa para um concerto muito especial. É um dos artistas mais completos da nova geração da música portuguesa. Cantor, músico e compositor, deu-se a conhecer n’Os Azeitonas, a banda portuense que aos poucos se foi afirmando como um dos mais interessantes fenómenos de culto do panorama nacional (Anda Comigo Ver os Aviões, Quem és Tu Miúda, Ray-Dee-Oh, etc).

Em 2016 estreou-se na Suíça e em Inglaterra, sempre com excelente receção do público. Este ano ficou, no entanto, marcado pelos concertos com António Zambujo nos Coliseus de Lisboa e Porto, e pelo recorde que atingiram, ao serem marcadas 28 datas. A dupla terminará a aventura em Beja e na Maia, as suas terras natais.

Tanto “Cinco Dias e Meio” como “Crónicas da Cidade Grande” atingiram a marca de Disco de Ouro, e a edição limitada e numerada de “Cidade Grande ao Vivo” esgotou, tendo sido posta à venda uma segunda edição, com o registo áudio do concerto no Coliseu do Porto.

Atualmente, Miguel Araújo encontra-se a trabalhar no sucessor de “Crónicas da Cidade Grande”.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X