Está aqui!
Home > Destaques > “Leituras no Mosteiro” reúnem Edward Bond e Fassbinder

“Leituras no Mosteiro” reúnem Edward Bond e Fassbinder

Leituras no Mosteiro
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Segunda sessão de 2015 conta com a leitura de “O Crime do Século XXI”, de Edward Bond, e com o lançamento do livro “O Café”, de Fassbinder.

Na próxima terça-feira, dia 16 de fevereiro, às 21h00, o Centro de Documentação do Mosteiro de São Bento da Vitória (MSBV), no Porto, recebe a segunda sessão das “Leituras do Mosteiro” dedicada a Edward Bond. A leitura informal, de entrada gratuita, vai recair sobre “O Crime do Século XXI“, e conta com a presença de Luís Varela, que encenou a peça do dramaturgo britânico em 2005.

Em “O Crime do Século XXI” (1996), a ação situa-se em 2077. O passado foi extinto e a geografia modificou-se. Os soldados estão em todo lado e o mundo é um vasto deserto de ruínas e um descampado estéril, uma metáfora para uma sociedade desmoronada. Na peça, um homem busca pela própria identidade e três personagens procuram uma esperança, mas em vez disso descobrem-se envoltos em grandes incertezas sobre a sua condição e drama humanos. Estreada em 2001 por Alain Françon, a peça do dramaturgo britânico apresenta uma lógica cruel sobre um mundo devastado e desesperado.

Lançamento do terceiro livro da coleção Leituras no Mosteiro

Na terça-feira, a antecipar a leitura informal, é lançado “O Café“, de Rainer Werner Fassbinder, o terceiro livro da coleção “Leituras no Mosteiro“. A peça do dramaturgo alemão nasce a partir de uma única leitura da comédia homónima de Carlo Goldoni e é “habitada” por oportunistas, jogadores compulsivos, cafeíno-dependentes, cowboys anacrónicos e gangsters. A sessão de lançamento vai contar com a presença dos ilustradores da obra (Von Calhau!) e com a tradutora, Claudia J. Fischer.

O livro poderá ser adquirido no Centro de Documentação e loja online do TNSJ e tem o preço de três euros. A coleção Leituras no Mosteiro surgiu no final de 2014, quando a iniciativa do Teatro Nacional São João passou para a fórmula 3x3x3: à terceira terça-feira de cada mês, o Centro de Documentação do TNSJ revisita a obra de um dramaturgo, tendo sido já editados os títulos Margem ao Abandono Medeia-Material Paisagem com Argonautas, de Heiner Müller, e Praça dos Heróis, de Thomas Bernhard. O ciclo dedicado a Edward Bond continua a 15 de março com a leitura de Dia de Marte (1993).

O Centro de Documentação do TNSJ foi fundado no ano 2000. O espaço integra um Arquivo, um núcleo essencial para os investigadores dos campos cénicos e para a preservação de documentos como registos vídeos de espetáculos, textos de teatro, dossiês fotográficos ou materiais promocionais das peças do TNSJ. Localizado no Mosteiro de São Bento da Vitória, contempla ainda uma Biblioteca considerada a melhor em Portugal no que toca às artes performativas. Disponibiliza gratuitamente a consulta de cinco mil livros, além de compilar vídeos, filmes e documentários sobre teatro e dança, óperas dirigidas por encenadores relevante, e ficheiros de teatro radiofónico. O Centro de Documentação está aberto ao público de segunda a sexta-feira, entre as 14h30 e as 18h00.

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X