O IndieLisboa arranca com “Colo”, de Teresa Villaverde, a 3 de maio no Cinema São Jorge, e encerra a 14 de maio com “I Am Not Your Negro”, o documentário de Raoul Peck com James Baldwin no Grande Auditório da Culturgest.

Colo é uma reflexão muito actual, e quase serena, sobre o nosso caminho comum como sociedades europeias de hoje, sobre o nosso isolamento, a nossa perplexidade perante as dificuldades que nos vão surgindo, sobre a nossa vida nas cidades e dentro das nossas famílias. É um filme em tensão crescente que nunca chega a explodir.

O ambicioso projecto de James Baldwin, Remember This House, poderia ter sido um dos grandes livros sobre a história negra dos Estados Unidos da América. O documento, que serviria para contar a história de Medgar Evers, Malcolm X and Martin Luther King Jr., nunca saiu da gaveta do autor, que acabaria por falecer com apenas 30 páginas escritas. Com I Am Not Your Negro, Raoul Peck, parte desta história para fazer uma radiografia sobre a lutas pelos direitos civis nos EUA, problematizando as questões de raça em Hollywood e na sociedade americana dos últimos 30 anos. Com narração de Samuel L. Jackson, o documentário usa as palavras originais de Baldwin e material de arquivo inédito. O filme é apresentado em anteestreia e terá depois estreia comercial a 18 de Maio pela distribuidora Midas Filmes.

O IndieLisboa 2017 by Allianz é organizado pela IndieLisboa – Associação Cultural, com o apoio financeiro do Ministério da Cultura/ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, da CML – Câmara Municipal de Lisboa, do Programa Creative Europe da União Europeia e da Allianz Portugal; em co-produção com a Culturgest e o Cinema São Jorge e em parceria estratégica com a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EEM.

Comentários