Está aqui!
Home > Destaques > Festival Sons em Trânsito’16 fixa Aveiro na rota da Música do Mundo

Festival Sons em Trânsito’16 fixa Aveiro na rota da Música do Mundo

Festival Sons em Trânsito
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

O Festival Sons em Trânsito’ 16 – VII Festival de Músicas do Mundo de Aveiro está de regresso de 23 a 26 de novembro. Nove anos após a última edição, apresenta serões de aventura musical servidos em doses generosas de cosmopolitismo, contemporaneidade, diversidade e o selo de qualidade da programação e produção da Sons em Trânsito, em parceria com o Teatro Aveirense e a Câmara Municipal de Aveiro.

Durante quatro noites, o Teatro Aveirense serve de palco a músicos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Espanha ou Mali e, apesar de os concertos serem a atracção principal do evento, o festival oferece ainda actividades complementares, capazes de cimentar o sentimento de pertença e de partilha entre a cidade e o seu teatro.

No primeiro dia, o Teatro Aveirense abre as portas a Mayra Andrade (Cabo Verde) e a Toumani & Sidiki Diabaté (Mali). Mayra Andrade, num reflexo profundo e inspirador da sua diáspora pessoal, traz música tropical e viajada, com canções cantadas em crioulo cabo-verdiano, inglês, francês e português; enquanto Toumani Diabaté, expoente da Kora – um dos instrumentos mais populares da África ocidental – e um dos seus maiores embaixadores, em resultado das suas colaborações com Ali Farka Touré, Taj Mahal, Herbie Hancock, Damon Albarn ou Bjork, vem apresentar o álbum que gravou recentemente em parceria com o seu filho Sidiki, numa viagem instrumental sublime e de génio.

Ao segundo dia, o Festival Sons Em Trânsito convida Vicente Amigo (Espanha) e Céu (Brasil). Vicente Amigo, um dos mais importantes e premiados guitarristas de flamenco da actualidade, compromete-se a transportar a plateia num registo melódico apurado e arrebatador. Já Céu, que nos últimos 10 anos tem percorrido importantes festivais internacionais de música, do Coachella ao JVC Jazz, chega em representação do sangue novo da música brasileira com forte ligação ao afrobeat.

Elza Soares (Brasil) e Aline Frazão (Angola) marcam a terceira noite do Sons Em Trânsito’ 16. Aline Frazão, um dos nomes mais destacados da nova geração de músicos angolanos, traz as raízes musicais da sua nação, que mistura com influências da pop rock independente contemporânea e cruza também com a bossa nova do Brasil de Elza Soares, a veterana de 78 anos que a Aveiro traz uma vida cheia e, em grande medida, espelhada no álbum mais recente – “A Mulher do Fim do Mundo” – onde, entre o ritmo do samba e a atitute sem rodeios do rock, canta temas como o racismo, violência doméstica, transsexualidade e drogas.

No derradeiro dia desta sétima edição do festival, o ponto de partida é o Brasil de Ed Motta e o Mali, de Amadou & Mariam, o país de chegada. Ed Motta e a sua portentosa voz, capaz de preencher todo e qualquer espaço do teatro, será responsável por um serão repleto de soul, funk e muito groove; por seu lado a dupla de marido e mulher Amadou & Mariam, que nos últimos anos tem colaborado com David Gilmour, Johnny Marr, Coldplay ou U2, convida a uma viagem pela música tradicional do Mali, guiada pela arrebatadora guitarra eléctrica de Amadou a escapulir-se para o blues e pela magia das vozes do casal.

A primeira edição do Festival Sons Em Trânsito – Músicas do Mundo de Aveiro decorreu em 2002 durante 5 dias e trouxe à cidade um eclético leque de artistas, esgotando com facilidade o Centro Cultural e de Congressos de Aveiro. No ano seguinte, o festival mudou-se de armas e bagagens para o recém-inaugurado Teatro Aveirense e a adesão do público foi de tal forma que obrigou a organização a pedir autorização aos bombeiros para abrir as frisas técnicas do Teatro. Em 2004, e já em processo de consagração, foram muitos os concertos que esgotaram antes do dia, destacando-se o emocionante concerto da multi-premiada Omara Portuondo. Ao quarto ano, o festival saiu de casa e, através do apoio do Programa Operacional Cultura, uniu-se a mais três cidades do norte do país, Vila Real, Bragança e Vila Nova de Famalicão. Nas suas duas últimas edições, em 2006 e 2007, o festival volta a fixar-se no Teatro Aveirense que esgotou sempre.

Em 6 anos de Festival Sons Em Trânsito, passaram por Aveiro 30 mil pessoas, 60 concertos e 47 artistas em representação de 21 países. No final de Novembro, o Teatro Aveirense volta a ser um palco do tamanho do Mundo!

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X