De 21 a 24 de setembro, o Palácio de Belém recebe a segunda edição da Festa do Livro que, este ano, homenageará Maria Barroso, atriz e fundadora do PS.

Está quase a arrancar mais uma edição da Festa do Livro em Belém e, este ano, Ricardo Araújo Pereira e Luísa Sobral vão também fazer parte da festa. Esta Festa, é uma iniciativa de Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República, que visa promover a leitura e cuja programação cultural inclui também poesia, debates, teatro, cinema e música.

No segundo dia, dia 21 de setembro, no Pátio dos Bichos, será exibido o filme “Mudar de Vida (1966), de Paulo Rocha, onde Maria Barroso dá vida a Júlia, numa sentida homenagem à mulher de Mário Soares.

Marcelo Rebelo de Sousa não vai faltar à segunda edição da Festa do Livro, marcando presença logo no dia 21 de setembro, na cerimónia de abertura e para assistir à leitura encenada do “Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente por atores do Teatro Nacional D. Maria II.

 

Durante os quatro dias haverá três panéis de debate: o primeiro com os autores Isabela Figueiredo, Marcello Duarte Mathias e Maria Antónia Oliveira, sobre o “eu” em literatura, moderado pelo jornalista Luís Caetano; O segundo debate será sobre o futuro do jornalismo, que conta com Clara Ferreira Alves, Isabel Lucas e Paulo Moura e moderado por Carlos Vaz Marques, no sábado, o mesmo dia em que a Lisbon Poetry Orchestra subirá ao palco do Pátio dos Bichos.

Por fim, no domingo, Abel Barros Baptista, professor universitário e escritor, e Ricardo Araújo Pereira vão ter uma conversa sobre humor e literatura, com moderação de Pedro Mexia, antes do encerramento da festa que fecha as portas desta Festa do Livro com um concerto de Luís Sobral.

Em 2016, esta iniciativa levou cerca de 24 mil pessoas até aos jardins do Palácio de Belém, em Lisboa. Realizada em parceria com Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), conta este ano com a presença de mais de 40 editoras.

Uma das preocupações da organização em 2017 é reduzir as filas de espera para entrar no palácio pelo que, este ano, haverá mais portas de acesso condicionadas pelas regras de segurança de acesso ao espaço.

Comentários