O fantasminha, o protagonista de “Fã”,está em cena nos dias 11 e 12 de fevereiro no Teatro Municipal Joaquim Benite. Um espetáculo infantojuvenil que marca o regresso dos Clã ao teatro.

Depois do enorme sucesso aquando a estreia no Teatro Carlos Alberto, no Porto, – produção do Teatro Nacional São João (TNSJ) – ruma agora até Almada para animar os “Super Novos” e os “Nunca Irremediavelmente Adultos”. O espetáculo musical infantojuvenil tem encenação de Nuno Carinhas, diretor artístico do TNSJ, e libreto de Regina Guimarães e marca o regresso dos Clã ao mundo teatral – após o lançamento de O Disco Voador em 2011 –, sendo que Hélder Gonçalves foi o responsável pela conceção de todas as músicas.

conta-nos a história de um “fantasminha”, órfão de pai e mãe que vive escondido num teatro. Certo dia, a criatura brincalhona apaixona-se por uma cantora debutante que vai fazer a sua grande estreia em palco e, para chamar a sua atenção, começa a pregar partidas e a ensaiar assombrações. Para Regina Guimarães, o espetáculo – que tem oito músicas originais tocadas ao vivo pelos Clã – brinca com os nossos medos do escuro e as nossas descobertas de luz e reflete sobre coisas sérias, “porventura graves, escorraçando coelhinhos castos e ursos vegetarianos”.

Em tom de fantasia e brincadeira, é ainda uma oportunidade para os miúdos e graúdos aprenderem mais sobre o mundo do teatro, sobre enfrentarmos os medos e sobre amarmos a imperfeição. Paralelamente à encenação, Nuno Carinhas assume ainda os figurinos e a cenografia do espetáculo, sendo que os Clã – liderados por Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves – participam também na interpretação, juntamente com os atores Pedro Frias, Maria Quintelas e João Monteiro. A produção do TNSJ pode ser vista no dia 11 de fevereiro, às 21h00, e a 12 de fevereiro, às 16h00. No sábado, às 18h00, haverá ainda oportunidade para uma conversa entre o público e atores, músicos e equipa técnica. é dedicado a maiores de seis anos e os bilhetes têm um preço de 13 euros.

Comentários