O novo disco de David Fonseca está aí e o cantor e autor decidiu apresentar “Futuro eu” numa carta que publicou no seu site. Este é o primeiro álbum do músico totalmente em português.

David Fonseca começa a sua carta por explicar como é que começou o processo de criação do seu novo álbum e como decidiu que seria inteiramente em português. “O caos de ideias e sons de muitas horas deu lugar a um longo e solene silêncio“, até que lhe sairam algumas palavras cantadas:

“Não vás/ Não deixes um momento só levar/ A luz do teu lugar”

Na carta afirma ainda que o ser cantado em português foi uma escolha feita pelo próprio ainda que de uma forma inconsciente. David Fonseca não sabe como descrever o álbum. Sem querer cair em clichés, diz que “talvez seja um disco emocionalmente político, a contar a minha história também na esperança de encontrar os meus pares de aventura do outro lado da linha“.

Futuro eu” chega no próximo dia 16 de outubro às lojas e está em pré-venda desde o dia 27 de setembro no iTunes e na Fnac com um preço especial até à data oficial de lançamento. David Fonseca tem vindo a abrir o seu mais recente com o público e já é do conhecimento três canções de Futuro eu e lados-B. Foram todas editadas digitalmente e em vinyl numa edição limitada, com os vídeos realizados pelo próprio à exceção de “Hoje eu não sou” que foi filmado por André Tentugal dos We Trust.

Nos dias 30 e 31 de outubro próximo, no Centro Cultural de Belém e na Casa da Música, em Lisboa e Porto, respetivamente, David Fonseca irá apresentar este primeiro trabalho do princípio ao fim em português.

Ambos os espetáculos têm hora marcada para as 21horas e os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais. Os preços variam entre os 10 e os 20 euros em Lisboa e no Porto têm o custo único de 19 euros.

Comentários