O premiado “Corpo e Alma”, de Ildikó Enyedi, é um dos filmes pré-seleccionados para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. O filme estreia a 21 de dezembro.

Depois da antestreia no Lisbon & Sintra Film Festival, com a presença da realizadora, Corpo e Alma chega às salas de cinema nacionais a 21 de dezembro.

Corpo e Alma triunfou na última edição do Festival de Berlim. Para além do Urso de Ouro, o filme venceu o prémio FIPRESCI e o Prémio do Júri Ecuménico. Esta foi a segunda vez que um filme húngaro ganhou o prémio máximo do Festival de Berlim e a quinta vez em que uma realizadora foi distinguida com este prémio. A protagonista Alexandra Borbély, venceu o Prémio de Melhor Actriz nos European Film Awards.

O filme passa-se num matadouro em Budapeste, onde dois colegas de trabalho descobrem a sua afinidade espiritual e iniciam uma tocante história de amor.

Ao longo da sua carreira, a realizadora e argumentista recebeu já dezenas de prémios internacionais. Os seus filmes têm sido selecionados para os festivais de cinema. Realizou, em 1989, “O Meu Século XX”, considerado um dos melhores filmes húngaros de todos os tempos. Este filme foi o vencedor do Prémio Caméra d’Or, atribuído pelo Festival de Cannes à melhor primeira obra.

Comentários