Está aqui!
Home > Música > Festivais > Air enfeitiçam NOS Primavera Sound

Air enfeitiçam NOS Primavera Sound

Air
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

No último dia do NOS Primavera Sound, o público deixou-se levar pelas escolhas da organização que parecia querer amornar o festival. Os franceses Air foram a grande aposta para este sábado para muitos dos festivaleiros mas, para outros, saiu-lhes o tiro pela culatra.

Por volta das 22h30 os Air subiram ao Palco NOS para um espetáculo de uma hora e quinze minutos, nem mais nem menos segundo, para deliciar (ou não) os presentes.

Durante a tarde o calor fez-se sentir mas, à medida que as horas avançavam, as nuvens começaram a cobrir o Parque da Cidade como se estivessem a prometer uma benção inesperada. Para sorte de muitos, não caiu nenhuma gota e puderam desfrutar do concerto dos Air. Para outros, faltou-lhes esta desculpa para rumarem quase que a toda a velocidade para os outros palcos do festival ainda muito no início do espetáculo.

“Venus” abriu o concerto dos franceses, o que deixou alguns fãs meio admirados pois estavam à espera que os maiores êxitos estivessem na fila da frente do alinhamento.

Ouviu-se “J’ai dormi” e aqui a plateia já começa a expressar o seu desagrado verbalmente. Sempre a alternarem entre instrumentais e canções cantadas, os Air não estavam ali para fazer a vontade aos fãs mais desatentos, mantendo-se sempre num registo mais contido.

Os franceses trouxeram à Invicta alguns dos pontos mais altos da sua carreira, aqueles temas que nos fazem vibrar sempre que os ouvimos em casa, tais como“ Cherry Blossom Girl” ou “Remember”, mas que aqui não resultaram tão bem ajudando grande parte da plateia a adormecer nas suas mantinhas.

Do nada ouve-se “Playground Love” que acorda a grande maioria dos presentes e põe o Parque da Cidade a assobiar, a dançar em movimentos lentos mostrando que todos os “resistentes” estão ali para apreciar e interiorizar o som característico dos Air.

Para o final, ficaram guardados temas como “How Does Make It You Feel?”, “Kelly Watch The Stars” – coisa que o NOS Primavera Sound não conseguiu ver esta noite e teria sido uma sorte espetacular poder ouvir esta canção aos mesmo tempo que se miravam os pequenos focos de luz no céu – e “Sexy Boy”. Estes foram, quiçá, os momentos mais apreciados pelo público que mostrou que, mesmo duas décadas depois, ainda é possível apreciar estas sonoridades.

Para os que sabem apreciar a música melódica dos Air este foi sem dúvida a grande salvação da noite de sábado do NOS Primavera Sound, ainda que pouco adequado para um festival. Para aqueles que decidiram desperdiçar o tempo do concerto nos cochichos, não podia ter sido outra coisa do que uma enorme seca.

Fotografia: Hugo Lima – NOS Primavera Sound

Comentários
Top

Este site utiliza cookies próprios e da Google para personalizar conteúdo e anúncios, funcionalidades de redes sociais e análise de tráfego. A informação contida nestes cookies pode ser partilhada com os nossos parceiros fornecedores das funcionalidades descritas atrás. Ao navegar neste site, estará a consentir a utilização destes cookies. Saiba mais sobre o uso de cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

X